Prefeito que sofreu atentado segue internado em estado grave

Prefeito da cidade de Piên/PR, foi alvejado com três tiros na cabeça

Sul do Paraná
17 de Dezembro, 2016 1.657

Publicado em: 17/12/2016 às 12:12

Atualizado em: 17/12/2016 às 12:14

Ainda é gravíssimo o estado de saúde do prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck (PMDB), que sofreu um atentado na manhã de quarta-feira (14). Conforme informações repassadas por familiares, que estão acompanhando de perto a recuperação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São José, em Jaraguá do Sul, ele deverá permanecer em coma induzido até segunda-feira (19).

Loir está com a respiração, batimentos cardíacos e pressão arterial normais. Mas como o caso ainda é muito delicado, os médicos decidiram mantê-lo em coma por mais dias. Os próximos dias serão fundamentais para sua recuperação. A partir de segunda-feira, os médicos vão tentar retirá-lo do coma para ver como ele irá reagir aos estímulos. Somente a partir disso será possível saber quais serão os danos causados e as possíveis sequelas.

Enquanto isso, seguem as diligências para tentar descobrir o autor do crime. Porém, para não atrapalhar as investigações, nenhuma informação foi repassada pelas autoridades policiais. Uma das possibilidades é que a morte de um homem na última semana, na mesma rodovia, pode ter sido por engano.

Entenda o Caso

Foi encontrada abandonada na localidade de Campina dos Maia, no interior de Piên, a moto que teria sido utilizada no atentado contra o prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck, na manhã desta quarta-feira (14). O veículo passaria por uma perícia.

No momento, conforme o último boletim médico, Loir segue em estado grave em Jaraguá de Sul, para onde foi transferido no início da tarde. Ele foi vítima de um atentado no início da manhã de quarta-feira (14), quando um motociclista encostou ao lado do veículo oficial da Prefeitura onde estava Dreveck, sua esposa, uma de suas filhas e uma enteada, disparando três vezes contra o prefeito eleito, que acabou baleado na cabeça.

O carro era conduzido por um motorista da Prefeitura de Piên, que após o atentado seguiu com destino a São Bento do Sul. Na metade do caminho, uma viatura da Polícia Militar de São Bento em rondas acabou cruzando com o veículo e o motorista da Prefeitura pediu ajuda. Os policiais então seguiram na frente abrindo caminho no trânsito com destino ao Hospital e Maternidade Sagrada Família, onde estava internado em estado grave até ser transferido.

Fonte e foto : A Gazeta SBS

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646