Carlos Moisés corta cargos das ADRs e dispensa mais de 400 comissionados no 1º dia de gestão em SC

Na publicação do Diário Oficial de quarta-feira, ele também oficializou a nomeação de secretarias.

Estado
03 de Janeiro, 2019 484

Publicado em: 03/01/2019 às 10:44

No primeiro Diário Oficial do Estado do ano, publicado na quarta-feira (2), o governador Carlos Moisés (PSL) oficializou o início das contratações e as exonerações da nova gestão.

Nos desligamentos, foram publicados dois atos de exoneração, um de dispensa de comissionados e um de cessar a designação de servidores. Ele também publicou um ato de nomeação.

Nas Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), ele exonerou os secretários executivos das 19 unidades e 59 funcionários, com cargos que variam de assessor de comunicação a gerente de educação.

No ato de exoneração de cargos comissionados ou função gratificada, foram 458 dispensas em secretarias e órgãos públicos. As funções variam de atendimento técnico a diretor de hospital.

Também foram dispensados para serem substituídos 14 cargos de Secretaria de Estado, Procuradora Geral do Estado (PGE) e Casa Civil. Outros 13 cargos, entre presidentes de autarquias e diretores e gerentes de órgãos públicos, foram desligados. Dois secretários executivos, que eram técnicos de carreira, também perderam as funções.

De acordo com o secretário de Estado da Administração, Jorge Tasca, os novos nomes comissionados devem ser publicados no Diário Oficial entre esta quinta e sexta.

Em coletiva sobre as metas de governo na quarta-feira, Moisés afirmou que irá fazer o corte de 922 cargos comissionados, principalmente entre sobreposições de funções.

Contratações

Foram oficializadas a nomeação de 10 secretários de Estado, um secretário executivo e a PGE, bem como o colegiado de segurança. Moisés também tornou cumulativos os cargos de secretário e secretário-adjunto de duas pastas: Secretaria de Infraestrutura e Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte.

Moisés empossou na quarta-feira os secretários setoriais e executivos, titulares do colegiado de Segurança Pública e da Procuradoria Geral do Estado para a gestão 2019, mas nem todos os nomes foram publicados nesta quarta-feira.

Primeiro decreto

O primeiro decreto, n° 1 de 2 de janeiro de 2019, oficializa como cargos de "interesse policial-militar" os de Secretário de Administração do Estado e Assistência de Secretário. A adequação se deu pela escolha militar para secretário, o tenente-coronel Jorge Eduardo Tasca.

Fonte : G1

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646