Acusado de matar esposa para ficar com a sogra vai a júri

Homem mata sua esposa para ficar com sogra.

REVISTA | Curiosidades-Humor
08 de Março, 2017 493

Publicado em: 08/03/2017 às 15:43

Após três anos, nove meses e vinte e sete dias, Bruno José da Costa, 29 anos, Célia Forte, 50, e Bruno César Albino, 23, vão sentar no banco dos réus na próxima terça-feira no Fórum da Comarca de Apucarana. Os três são acusados de homicídio qualificado pela morte da autônoma Jéssica Carline Ananias da Costa, de 21 anos, esposa de Costa.

O crime, que aconteceu na madrugada do dia 9 de maio de 2013, na residência do casal, no bairro da Igrejinha, chamou a atenção na época não só pela violência, mas pelo envolvimento da mãe da vítima, Célia Forte. Ela é apontada em denúncia formulada pelo Ministério Público (MP) como coautora do homicídio (teria ajudado a planejar o assassinato da própria filha) e amante do genro, que confessou ter assassinado a esposa com mais de 20 facadas.

Filha com a vítima

Bruno José da Costa tem uma filha com Jéssica que hoje está com 8 anos. A filha do casal, na época do crime com quatro anos, estava na moradia no momento do assassinato, mas dormia e não presenciou o homicídio.

Simulação de latrocínio

O casal de amantes, de acordo com o (MP), praticou o crime contando com a participação de Bruno Cezar Albino, que também responde por homicídio qualificado. Os três são acusados de simular um latrocínio (roubo seguido de morte) para consumar o plano de eliminar Jéssica.

Previsão de 20 horas de duração

Com três defensores diferentes – um para cada réu –, a previsão é de que o júri, que vai começar às 9 horas, deve demorar em torno de 20 horas.

Credenciamento da imprensa

A Justiça providenciou o credenciamento de profissionais de imprensa para a cobertura jornalística do julgamento, que chama atenção pelo contexto de envolvimento dos réus.

FONTE: Com reportagem da jornalista Vanuza Borges, da Tribuna do Norte - Diário do Paraná

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646