Grupo de amigos de Canoinhas, em Santa Catarina, percorre seis países de Kombi

Foram seis países e nove mil quilômetros percorridos em 11 dias

Canoinhas
07 de Janeiro, 2019 4.059

Publicado em: 07/01/2019 às 23:05

Quatro amigos, uma Kombi e um destino: Machu Picchu. Partindo de Canoinhas, no Planalto Norte de Santa Catarina, os catarinenses Nestor Czornei, Jaderson Cavalheiro, Rafael Dallo e Fabrício Bialeski tinham como objetivo a cidade peruana, mas o roteiro incluía mais cinco países. Foram nove mil quilômetros percorridos em 11 dias.

O grupo de amigos que já estava acostumado a fazer viagens ?tradicionais? resolveu inovar e comprou a Kombi para a expedição, que foi realizada em julho do último ano. E foi justamente o automóvel que mais se destacou na viagem. O veículo, 2011, recebeu uma plotagem personalizada e levava o nome da expedição: Galos de Kombi.



 

? Encontramos vários brasileiros no percurso, muito em razão da Kombi chamar atenção ? relembra o empresário Nestor, contando que a arte plotada foi uma criação de Jaderson, que é designer gráfico.

Revezando a direção, os amigos percorreram Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Peru e Bolívia.



? Passamos pela Argentina pela cidade de Salta, cruzamos toda Bolívia, onde conhecemos a dura realidade do povo boliviano e suas lindas paisagens desérticas, entre elas o Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo. Saindo da Bolívia entramos no Peru, um país com uma ótima receptividade. Passamos às margens do Lago Titicaca e fomos a Cusco. Contratamos uma agência que nos levou ao Lago Humantay e a Machu Picchu, nosso destino. Depois de alguns dias, partimos em direção ao deserto do Atacama, no Chile. Passamos novamente pela Argentina, Paraguai e retornamos ao Brasil ? conta Nestor Czornei.

Durante a viagem, o grupo passou por alguns perrengues, como quase ficar sem gasolina na Bolívia ? já que no país há restrição para venda do combustível para automóveis estrangeiros ?, problemas mecânicos e também as oscilações de temperaturas.



? Na viagem sofremos bastante com a alteração de clima. Nós pegamos 40°C no Deserto do Atacama e -10°C no Peru, e nesses casos optamos por recorrer a hostel e hotel, mas foram só quatro dias, nos outros usamos barraca e uma cama dentro da Kombi ? conta Nestor.

A viagem foi programada com três meses de antecedência e o grupo agora já projeta novos roteiros.

? Estamos planejando ir até o Nordeste, já estamos pensando na plotagem e rotas. Vamos também fazer um projeto em Santa Catarina, uma vez por mês iremos conhecer as belezas e cidades do Estados ? finaliza Nestor.

Por Janaina Laurindo - Versar

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646