Black Friday e o seu impacto na ecologia

Brasil
23 de Outubro, 2019 623

Publicado em: 23/10/2019 às 23:18

Atualizado em: 23/10/2019 às 23:20

O mercado da moda é efémero e vive de tendências. Todos sabemos a forma como isto impacta na nossa vida quotidiana, criando uma falsa sensação de necessidade face aos produtos de adorno, tais como roupas, calçado ou acessórios.


A semana na qual esta realidade mais se sagra é a semana na qual acontece a popularizada Black Friday  -ou sexta-feira negra- que é um hábito americano, onde se celebra a moda e os restantes mercados através de promoções incríveis.


A Black Friday virou uma moda mundial e, hoje, já não se trata meramente de um evento de um dia único, ocupando todo o final de semana e, em alguns casos, até a segunda-feira, com o recente conceito de Digital Monday, onde se promovem as promoções no mundo online.

Os custos baixos dos produtos nesses dias convidam muitas pessoas a comprar itens dos quais não necessitam ou a renovar por completo os seus guarda-roupas. Embora, numa primeira instância isto possa parecer uma oportunidade incrível para adquirir os produtos que marcam a tendência atual, a verdade é que um aspeto que parece ficar esquecido, é o da proteção do meio ambiente, na medida em que, contrariando a tendência do futuro da moda sustentável, estas promoções promovem o descarte de roupas e acessórios antigos, alguns dos quais em bom estado, que, desta forma, se transforma em lixo.

O papel das promoções na poluição

As promoções da Black Friday geram euforia entre as pessoas de todo o mundo, já que atingem os valores percentuais mais elevados do ano e permitem a compra de produtos ? não só de moda mas também de eletrodomésticos e de produtos ou acessórios tecnológicos ? por preços muito mais acessíveis do que os regularmente praticados pelas mesmas lojas.


Levados pela sensação ? ainda que falsa ? de necessidade, as pessoas acabam por ter uma ação distinta da que teriam ao longo do ano, trocando alguns utensílios, dispositivos e roupas que, de outra forma, manteriam e continuariam a utilizar.


Esta ação consumista resulta, por isso, num grande acumular de lixo, que coloca em causa a sustentabilidade do planeta, fazendo esquecer, por momentos, toda a preocupação ecológica que tem vindo a marcar os discursos e as campanhas do nosso século.

O retorno ao pensamento ecológico na era do consumismo

Os grandes descontos da Black Friday têm ainda a caraterística de se integrarem numa das épocas mais consumistas do ano: o período natalício.


Desta forma, aproveitar estas promoções parece, de alguma forma, ser uma oportunidade imperdível e é justamente neste sentido que se orienta toda a ação humana.


Aproveitar as promoções não é algo que o ser humano vá, algum dia, deixar de fazer, existindo inclusivamente estudos psicológicos que explanam esta necessidade. Ainda assim, mesmo perante o consumismo, o retorno ao pensamento positivo é (ou deveria ser) possível.
Adquirir produtos mais sustentáveis, ecologicamente conscientes e feitos de materiais reciclados ou recicláveis pode, por exemplo, ser um bom começo para quem deseja proteger o ambiente ao mesmo tempo que aproveita as melhores promoções.


Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646