Familiares de presos fazem manifestação em frente ao Presídio de Mafra

Planalto Norte
14 de Julho, 2020 195

Publicado em: 14/07/2020 às 15:52

Familiares de internos do Presídio Regional de Mafra estiveram no local para uma manifestação nesta segunda-feira, 13. Eles cobram que a administração da unidade aceite a entrada de alimentos e produtos de higiene aos detentos.

Por conta da pandemia de covid-19, a disponibilização desses produtos ficou restrita, após a publicação de uma portaria da Secretaria de Administração Prisional de Santa Catarina em abril deste ano.

A portaria também autorizou ligações e transmissões de vídeo entre familiares e detentos uma vez ao mês por cerca de 10 minutos. Entretanto, de acordo com os manifestantes, as ligações não ocorrem com a frequência estabelecida, o que dificulta o contato com os internos.

 ''Eles afirmam não ter higiene, que a alimentação é precária, que muitos não têm chinelos e vivem um verdadeiro caos. Queremos que nossos direitos como família sejam assegurados. Temos o direito de ter contato com nossos familiares, direito de levar uma alimentação mínima e higiene até os mesmos. Eles precisam ter seus direitos humanos preservados'', reivindicam os familiares.
 
Os manifestantes também reclamam da falta de informações e do descaso da administração da unidade para com as famílias. ''A saudade de nossos familiares é diária. Nossos filhos choram perguntando dos pais. Perdemos dias de trabalho esperando o contato deles, mas a ligação nunca acontece'', contam.
 
OUTRO LADO

A Secretaria de Administração Prisional de SC afirmou em nota que as denúncias não procedem, pois os detentos continuam recebendo kits de higiene normalmente e quatro refeições por dia. A nota também afirma que a portaria que instituiu a visita virtual no presídio pode sofrer ajustes da administração, conforme a demanda da unidade prisional.
 
Além da visita virtual, os familiares também podem enviar correspondências virtuais via e-mail para os internos, sob a supervisão da unidade, que promove a impressão e entrega das mensagens sem qualquer intercorrência.

  Ainda conforme a Secretaria, as restrições são importantes para evitar o contágio por covid-19 nas unidades. ''O Complexo Prisional vem adotando diversas medidas, como o controle mais rigoroso da entrada de pessoas com barreira sanitária e verificação de temperatura corporal, sanitização e higienização das áreas internas e externas, uso de EPIs, dentre outras ações que têm por objetivo minimizar os impactos da pandemia'', diz a nota.

Papanduva Notícias

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646