Prefeito e vice de Canoinhas são presos em operação contra suspeita de corrupção

Trabalhos foram deflagrados na manhã desta terça-feira. Políticos presos foram reeleitos em 2020 em Canoinhas.

Canoinhas
29 de Março, 2022 3.202

Publicado em: 29/03/2022 às 16:07

O prefeito de Canoinhas Gilberto do Passos (PSD) e seu vice Renato Pike (PL) foram presos na sétima fase da Operação "Et Pater Filium", coordenada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). As prisões dos dois políticos ocorreram na manhã desta terça-feira (29).

A operação cumpre 14 mandados de prisão e 47 mandados de busca e apreensão em quatro cidades do Norte de Santa Catarina e uma no Paraná.



A Prefeitura de Canoinhas disse em nota que o presidente da Câmara de Vereadores, Willian Godoy (PSD), assumiu interinamente o município na manhã desta terça "a fim de garantir a continuidade dos serviços públicos municipais". Também afirmou que "O Município não vai se manifestar oficialmente sobre as investigações, pois correm em segredo de Justiça".

Operação

Nesta etapa da operação, são investigados os crimes de organização criminosa, peculato, fraudes à licitação, corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo contratos de prestação de serviços nas áreas de educação e infraestrutura.

Os trabalhos ocorrem nos municípios de Canoinhas, Bela Vista do Toldo, Itaiópolis, Porto União, todos no Norte catarinense, e Bituruna, no Paraná. 

Como os processos tramitam em segredo de justiça, o Gaeco não informou maiores detalhes sobre a operação.

Pré-candidato

O vice-prefeito Renato Pike pretendia disputar a eleição para uma vaga na Assembleia Legislativa nas eleições deste ano, mas diante desta situação seus planos podem mudar.

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646