Autor de assassinato em Rio Negrinho já tinha matado o irmão, em 2010

Planalto Norte
22 de Fevereiro, 2018 2.968

Publicado em: 22/02/2018 às 11:42

Foi preso na manhã desta segunda-feira (19) o suspeito de esfaquear um homem no trevo de acesso ao bairro São Pedro, em Rio Negrinho. Ederson Krensiglova, 26 anos, foi autuado em flagrante pelo delegado Gil Ribas, enquadrado no crime de homicídio qualificado, após esfaquear Gilmar Goés, por volta das 21 horas deste domingo (18). A vítima morreu no local.

A Polícia Militar recebeu a informação que ele estava embarcando na rodoviária de Rio Negrinho, com destino a Joinville. Ele foi preso no ônibus já em São Bento do Sul, pelo Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da PM.

Matou o prórpio irmão

Preso em tentativa de fuga após matar um homem esfaqueado em Rio Negrinho, Ederson Krensiglova, de 26 anos, já tinha assassinado seu irmão mais velho, José Rogélio Brai Krensiglova, de 30 anos, com um golpe de faca no coração, em setembro de 2010. O crime aconteceu durante um churrasco que a vítima promovia para seus amigos, na casa onde morava, em Curitiba.

Ederson, na época com 18 anos, fugiu, mas foi preso logo em seguida e autuado em flagrante. Testemunhas contaram que José trabalhou durante o dia e, à noite, reuniu-se com amigos em casa. Ele assava a carne do churrasco quando Ederson, que seria usuário de drogas, chegou. A discussão aconteceu quando José flagrou Ederson se drogando no banheiro da casa.

Na briga, Ederson foi até a churrasqueira, armou-se com uma faca e golpeou o irmão mais velho, que morreu na hora. Em seguida, o acusado fugiu. Horas depois do crime ele foi localizado em sua residência, sendo autuado em flagrante por homicídio doloso. Em 2014 Ederson foi a julgamento e o homicídio foi desclassificado para lesão corporal seguida de morte, sendo condenado a quatro anos em regime aberto.

Fonte : A Gazeta

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646