Personal Bronze fatura R$ 55 mil com sua clínica de sol na laje

Fita isolante, bronzeador e a marquinha perfeita: Ela desenvolveu o trabalho de personal bronze na própria laje de casa!

REVISTA | Variedades
23 de Fevereiro, 2017 259

Publicado em: 23/02/2017 às 12:04

Conseguir o bronzeado perfeito é a meta de muita mulher no verão – e virou minha profissão! Curiosa que sou, aprendi técnicas infalíveis quando era adolescente para chegar ao tom de pele ideal pra mim sem precisar ir à praia. Hoje, coordeno uma clínica de bronzeamento na laje que está com a agenda lotada o mês inteiro – e olha que atendo 30 mulheres por dia!

Fui criada pela minha bisavó em Bangu, na periferia do Rio de Janeiro. Ela sempre reformava os móveis da casa no final de cada ano com papel contact colorido, e, aos 14, comecei a fazer biquíni com as sobras desse material. Descobri que o papel era perfeito: aderente, grudava direitinho e a marca ficava superdefinida. Como morávamos longe da praia, o jeito era tomar sol na laje mesmo: montava biquínis em mim e nas minhas primas e subia para conseguir tostar. Tudo em nome da marquinha perfeita! Fazendo minhas primas de teste, aprendi várias técnicas que foram essenciais para o sucesso do Erika Bronze – minha clínica na laje!

Realizei o sonho da laje própria

Depois de alguns anos aprendendo com a prática, decidi fazer um curso de esteticista: novinha, com apenas 22 anos, fiz do bronze minha profissão e comecei a receber meninas para pegar uma cor na minha laje de perifa em Bangu. Fiz sucesso na comunidade e mantive um belo negócio por três anos! Em 2013, decidi levar o esquema de bronzeamento para um local mais acessível, assim, clientes de outros bairros poderiam chegar com facilidade. Comprei um imóvel em Realengo, bairro mais central da Zona Oeste do Rio, perto de uma estação ferroviária, e foi aí que a parada deslanchou! Surfei na maré de arrastões constantes na praia, tirando a mulherada da zona de perigo que era ficar na areia ou zanzando pela orla. Comecei a receber gente de todos os cantos para se bronzear na minha laje. Meu nome artístico, Erika Bronze, surgiu nessa fase, e acabou dando nome ao lugar. Já tive até famosas por aqui: Tati Quebra Barraco, Mulher Melancia, Bonde das Maravilhas...

Praia? Que nada! Elas querem uma personal bronze

Catorze espreguiçadeiras, doze cadeiras de praia e quatro de madeira abrigam de 25 a 30 meninas nos dias de sol. Cada uma delas faz uma sessão de no máximo 1h20 em uma posição diferente, virando de frente e de costas conforme o meu aviso – estou sempre de olho pra ver se a marquinha está pegando! Utilizo hoje os macetes que aprendi na adolescência: mulheres com peitos mais cheios, por exemplo, devem reclinar um pouco mais a cadeira para que os seios não façam sombra na barriga, deixando o bronzeado desigual. É um trabalho personalizado para cada tipo de corpo, tom de pele, objetivo... É diferente de chegar na praia e se esticar na areia, ofereço um cuidado especial no serviço!

Vou lançar o bronzeador especial Erika Bronze

Eu faço o biquíni de cada uma delas, seja no modelo asa delta ou fio dental. Para as mulheres de pele mais clara, tasco um fator trinta na pele antes de botarem a cara no sol. As mais morenas se banham no fator 15. Em seguida, todas são besuntadas com meu bronzeador especial! Um creme roxo que uso há mais de oito anos, da Max Cosméticos. Ele tem betacaroteno, manteiga de pêssego, manga, cenoura... É a misturinha perfeita para atrair e manter o bronze, e agora vai levar o meu nome! No dia 24 de dezembro a marca vai lançar o bronzeador hidratante Erika Bronze, que vai ser entregue em todo o Brasil. O look inclui também gaze para proteger as partes íntimas e papel higiênico umedecido sobre a fita isolante para evitar que ela esquente e queime a pele.

Espero faturar R$ 110 mil no verão

É o tempo que define meus dias de trabalho: enquanto há sol, nós estamos abertos! De segunda a segunda, das seis e meia à uma da tarde, atendemos a mulherada aqui em Realengo. Cobro 70 reais nas duas primeiras sessões e 50 nas restantes – que podem ser semanais ou mensais! O valor é pago antecipadamente por depósito, e já estamos lotados até o Natal. Esse preço inclui biquíni de fita isolante, protetor, bronzeador e água, além da supervisão constante do bronzeado. Só de fita isolante gastamos cinquenta rolos por dia, que eu compro de atacado pra sair mais em conta. No último inverno faturei R$ 55 mil - no verão, esse valor deve dobrar!

Tenho quatro funcionários que me ajudam no atendimento e “regam” as minhas clientes - minhas flores! - assim o corpo delas se mantém refrescado. Esse é um truque certeiro para conseguir ficar no Sol bastante tempo, já que não tem o mar pra se refrescar. A sessão acaba e elas nem percebem o tempo passar! Vendemos sucos e cervejas também para quem se interessar, e o pagode segue rolando pra animar a moçada. Quando recebemos alguma famosa do funk, colocamos seu som pra tocar em homenagem à cliente.

Quero abrir a pousada do bronze

O lançamento do bronzeador foi uma surpresa e tanto! Tenho planos de, no futuro, expandir a laje de bronzeamento para uma pousada que atenda pessoas de todo o Brasil. Assim as clientes podem se hospedar, curtir a cidade e ter um acompanhamento completo do seu bronzeado. Personal bronze já virou profissão, viu?

Erika Martins, 34 anos, esteticista, Rio de Janeiro, RJ

 

DA REDAÇÃO

Cuidados necessários para um bronzeado saudável

A marquinha de biquíni feita com fita isolante sai perfeita, mas o material tem contraindicações! “A pessoa pode apresentar principalmente uma dermatite de contato (alergia) pela reação dos componentes na pele, ou mesmo uma irritação com a cola da fita”, explica a dermatologista Paula Sanchez.

Para diminuir as chances de alergias:

- mantenha a pele hidratada antes de aplicar a fita isolante

- remova todo o produto com óleo de amêndoas

Assim, você evita que restos de cola permaneçam na pele, causando reações adversas. “O uso de protetor FPS 30 é indispensável independente do biquíni e deve ser reaplicado de duas a três vezes ao dia – inclusive os que se dizem à prova d’água!”, completa a especialista. 

Fonte e fotos : Sou Mais Eu

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646