Vereadora tem dúvidas sobre contratação de empresa que faz serviços de limpeza em Canoinhas

Camila Lima suspeita de supostas irregularidades no processo de licitação que definiu a empresa para prestar o serviço

Canoinhas
18 de Julho, 2018 2.634

Publicado em: 18/07/2018 às 13:36

Solicitando mais informações sobre a empresa que executa serviços de limpeza do município, a vereadora Camila Lima (MDB) apresentou requerimento na sessão desta segunda, 16, onde pede ao poder executivo, informações detalhadas sobre as ações nos prédios públicos do município.

?Fiz esse requerimento por ter muitas dúvidas na concorrência pública dos serviços a serem prestados ao município, e ao solicitar as informações no setor de licitações da prefeitura, onde não tive todas as minhas dúvidas sanadas, e por esse motivo estou realizando esse requerimento para obter mais informações por escrito?, relatou Camila.

Em seus questionamentos a vereadora quer saber qual empresa é responsável pela execução e serviços de limpeza e higienização da área física interna, como salas, cozinha, banheiros, corredores, entre outros setores da prefeitura, e também seus diversos prédios públicos nos perímetro urbano e rural. Ainda são solicitadas informações quanto ao tempo que a empresa está prestando os serviços para o município.

Camila também questiona que no Portal Transparência é mostrado que a concorrência pública 05/2018 foi impugnada, e dado o prazo de três dias para uma resposta. No momento, a empresa não se manifestou e por isso foi suspensa sem um parecer, passando a ser concorrência pública de número 11, como consta no site.

 ?Considerando esse fato, a prefeitura pode permanecer o contrato com uma empresa sem realizar licitação, apenas por experiência, como foi informado pelo próprio setor de licitações? ?, questiona Camila, que também quer saber se a empresa está ultrapassando os 25% que pode alterar por meio de aditivos, e se o setor pode enviar informações sobre o edital, além de saber como está o processo para a licitação.

Vereadora Telma Bley (MDB) destacou também que, como servidora pública municipal, vem observando há alguns meses diversos problemas na limpeza do paço municipal. ?Sabemos que existe o serviço terceirizado e os funcionários são remunerados para tal. Vou emitir um ofício a administração para saber de quem é a responsabilidade desse importante serviço, que está deixando a desejar?, frisou Telma.

Também na sessão de terça, 17, vereadora Camila apresentou novo requerimento solicitando informações do município sobre quais critérios que o setor de compras utiliza para adquirir produtos de limpeza nos órgãos públicos. Segundo a vereadora ?nota-se que o setor da prefeitura tem realizado compras insuficientes dos materiais, e quando chega na metade do mês os produtos já acabaram, tendo que muitas vezes os espaços públicos terem que ser limpos apenas com água?, destacou.

Envie suas fotos ou notícias para o Portal! (47) 99636-3646